Como proceder em cerimônia fúnebre

À fragilidade e à dor de um ser humano, pela perda de um ente querido, é algo inexplicável portanto, é de suma importância nosso comportamento no velório.

  • Se você era próximo da pessoa que faleceu, e não possa ir ao velório ou sepultamento, se faça presente através de uma coroa de flores.
  • Ao permanecer no velório coloque seu celular modo no silencioso.
  • Se necessário usá-lo afaste-se discretamente, fale em tom baixo e seja breve.
  • Não tire foto do falecido e nem do local, mesmo que autorizado.
  • Atualmente é desnecessário o uso de roupas pretas (símbolo de LUTO) porem não vá ao velório com roupas chamativas, decotadas, curtas, bermudas ou com a cabeça coberta (bonés, chapéus e outros).
  • Ainda que muito amigo da pessoa falecida, dê prioridade dos assentos ao lado da urna e à distância da mesma para a família.
  • Ao chegar no velório, abrace a pessoa enlutada e diga: – “Meus sentimentos!”
  • Evite colocações desnecessárias tais como: – Descansou … Deus quis assim … está melhor do que nós … agora não sofre mais … se a pessoa abrir assunto com você corresponda, caso contrário o silêncio é a maior e melhor forma de também demonstrar seu luto.
  • Tocar na pessoa falecida é um gesto pertinente à família. Você como amiga basta somente ficar em posição de reflexão.
  • Observando a presença de uma autoridade eclesiástica ou um oficial de cerimonial, para proferir palavras e orações, ainda que a pessoa falecida ou família, não pertença à sua religião, mantenha-se presente porém, de forma educada e sem interferir na cerimônia ou fazer discursos e outros.
  • Não faça piadas, anedotas, risos ou conversas em tom alto e alegre mas sim, respeite o momento de dor de seu próximo.
  • Evite conversar com quem esteja concentrado ou chorando, nem perguntar a causa da morte ou os últimos momentos do falecido.
  • Nunca seja o primeiro a postar o falecimento de alguém em suas redes sociais, a não ser que o declarante da pessoa falecida lhe dê autorização.
  • Observando o comunicado de falecimento de alguém nas redes sociais, jamais pergunte: – Do que ele morreu ou o que aconteceu?
  • Lembre-se: – Velório não é encontro familiar e nem reunião de amigos.

Esperamos tê-lo ajudado de como proceder no momento maior de dor, tristeza e saudade de uma família, por alguém que se vai para nunca mais voltar. Abil Grupo Unidas, Sua Tranquilidade, Nosso Compromisso!