Câncer de próstata é a segunda maior causa de morte pela doença...

Câncer de próstata é a segunda maior causa de morte pela doença no País entre homens!

Diagnosticar a enfermidade em fase inicial possibilita que o tratamento tenha êxito em 9 entre 10 casos; Estamos em novembro, mês de conscientização sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de próstata.  A doença que é o alvo desta mobilização global é a segunda maior causa de morte no País por câncer entre homens, ficando atrás apenas do câncer de pulmão. No Brasil, ocorre mais de 13 mil mortes por ano. Em âmbito mundial, também é o segundo câncer em incidência e o quinto em mortalidade nos homens. Segundo os órgãos de estatística sobre o assunto, são registrados 1,1 milhão de novos casos por ano de câncer de próstata e cerca de 300 mil mortes. Em meio a este cenário, há uma boa notícia. Diagnosticar a doença em fase inicial possibilita que o tratamento tenha êxito em 9 entre 10 casos. Isso aliado a uma terapia individualizada com ênfase em redução de sequelas e complicações com o máximo de resultados. Levantamento do A.C.Camargo Cancer Center, evidencia a importância do rastreamento com foco em diagnóstico precoce e queda de mortalidade por câncer de próstata. A idade mínima preconizada para a realização dos exames PSA e toque retal é 50 anos, antecipando para 45 anos em caso de pacientes de pele negra, obesos, com histórico familiar ou ainda em caso de mutação nos genes BRCA 1 ou 2, os mesmos que estão ligados a síndrome de câncer de mama e ovário. A avaliação, caso a caso, é feita pelo especialista levando em conta a junção do exame físico (toque retal) à análise de dosagem do nível de PSA. Outros exames como tomografia computadorizada e ressonância magnética podem ser solicitados para auxiliar no diagnóstico, porém a indicação da biópsia, para aqueles pacientes de maior risco, diminui a possibilidade de falsos-positivos e complicações decorrentes do procedimento. Somente a biópsia pode confirmar ou não a presença de um câncer. Fonte: http://emais.estadao.com.br/

 

VEJA TAMBÉM

Sem Comentários, Seja o Primeiro!

Comente com sua Conta do Facebook