Doenças Psicossomáticas

Quando o sofrimento humano não pode ser expresso pelo pranto, faz chorar os outros órgãos. De alguma forma esse sofrimento repercute no corpo. Uma dor crônica pode ser desenvolvida sob a influência de um distúrbio emocional prolongado. Assim as emoções intensas exercem influencia sobre as funções do corpo no dia a dia. Por exemplo, uma mulher, que tem o desejo de engravidar e já tentou inúmeras vezes, após adotar uma criança, na maioria dos casos engravida. Ou uma pessoa que desenvolve um câncer logo em seguida que um ente querido falece, ou na perda e desilusão de um grande amor. Dessa maneira a somatização é uma resposta fisiológica aos estados emocionais, da dor mental. Há uma decisiva influência dos fatores psicológicos na determinação de tais doenças orgânicas, corporais. A mente e o corpo são indissociáveis, ambos estão em constante interação com o outro, influenciando-se reciprocamente. A origem de tal reação psicossomática vem de um conflito emocional; O corpo, através dos sintomas que não podem se expressar pela palavra, escolhe uma parte fraca do organismo para as somatizações ocorrerem.Na clínica os sintomas psicossomáticos aparecem de forma visível em situações como: Asma Brônquica – Artrite Reumatóide – Neuro Dermatose (doenças da pele): psoríase, alergias – Tireoxicose (disfunção da tireóide) Hipertensão – LER (Lesão por Esforço Repetitivo) – Fibromialgia (Dor que ora está no braço, na perna, no joelho) Queda de Cabelo Transtornos Ósseos – Transtornos Renais – Esclerose Múltipla Dores na Relação Sexual -Tumores Ovarianos Infecção Urinária (que se repete muitas vezes)Ejaculação Precoce – Câncer de Próstata Raiva, Obesidade Acidentes Cérebro Vasculares: Aneurisma, derrame – Cefaléias (dor de cabeça)Varizes – Infarto -Transtornos Respiratórios, Sono Insônia Gastrite Diarréias -Anorexia e Bulimia (o não comer e provocar vômitos) – Sintomas Cardíacos ligados ao medo de morrer Hiperatividade, Hipoatividade (muita ou pouca atividade) – Nós somos seres biopsicossociais e estamos inseridos numa cultura; relacionamos com outras pessoas. Somos influenciados por fatores sociais políticos econômicos, culturais, familiares, espirituais, exercendo uma resposta no corpo e na mente, onde cada um sente de um jeito. A clínica de psicologia está de portas abertas para receber o ser humano como ele é, para ajudar a dar nomes aos problemas e sintomas e auxiliar para que estes que atrapalham o viver deixem de existir.

Colaboração: Ana Julia Rufini e Silvia Toledo
(Psicólogas Clínicas em Piracicaba)