A importância da alimentação no tratamento do câncer

Mais um benefício que a Abil Grupo Unidas trás para você, uma parceria com a Nutricionista Oncológica Dra. Liliane Ortiz. Acompanhe abaixo o importante artigo por ela enviado sobre “A IMPORTÂNCIA DA ALIMENTAÇÃO NO TRATAMENTO DO CÂNCER”.

A intervenção nutricional e o acompanhamento clínico são essenciais para auxiliar na recuperação e/ou manutenção do estado nutricional nos pacientes portadores de câncer. Ela permite orientar o paciente sobre como agir e se alimentar adequadamente, frente aos efeitos adversos dos tratamentos antineoplásicos que incluem alterações gastrointestinais, como náuseas, vômitos, diarreia, obstipação, falta de apetite, boca seca, feridas na boca e dificuldade de engolir; alterações hematológicas, como a diminuição de plaquetas e anemia; alterações metabólicas, como baixa de sais minerais, fraqueza muscular, alterações nos batimentos cardíacos e dificuldade de respirar, aumento de ácido úrico no sangue, caquexia; incluem também uma toxidade no fígado e renal, toxidade pulmonar, cardiotoxicidade, disfunção reprodutiva e fadiga. Esses efeitos colaterais irão depender do tratamento proposto e do tipo e estágio tumor. Como o nutricionista pode te ajudar? O nutricionista pode lhe orientar sobre o correto manejo nutricional frente aos possíveis eventos adversos e toxidades ocasionados pelos tratamentos propostos. O manejo nutricional, portanto, tem a finalidade de diminuir o tempo de tratamento, recuperação mais rápida, melhora do sistema imunológico, evitar a desnutrição ou obesidade, diminuir a inflamação e o tempo de internação no perioperatório, cicatrização mais rápida, evitar a perda de massa muscular, indicar necessidade de suplementação, diminuir a incidência de recidiva, evitar interrupção no tratamento, aumentar a expectativa de vida, entre outros. Desta forma, a alimentação tem um papel fundamental no prognóstico do câncer, ou seja, na prevenção, durante o tratamento e após o tratamento, contribuindo para uma melhor qualidade de vida. O importante é ter um
estilo de vida saudável preconizando uma alimentação equilibrada e nutricionalmente completa e variada com frutas, hortaliças e alimentos integrais, que fornecem uma grande variedade de vitaminas, minerais, fibras e outros nutrientes, e claro, evitar consumo alimentos processados, gorduras em excesso e farinhas refinadas. O cuidado nutricional é imprescindível e a orientação dietoterápica deverá ser individualizada de acordo com a terapia antineoplásica, seus aspectos psicossocias e condições clínicas e financeiras do indivíduo.

Dra. Liliane Ortiz – CRN-3 4522 – Medcenter – Rua Campos Salles, 800 – Piracicaba – SP.
Contato (19) 99772-2211 – (19) 3422-5838