A auto Estima Saudável

A AUTO-ESTIMA SAUDÁVEL E SEUS BENEFÍCIOS

 

* Claudete Mardegan de Palma (psicóloga)

 

Entendemos por auto-estima a capacidade da pessoa em sentir a vida, estar de bem com ela, ou seja, é a confiança em seu modo de pensar e enfrentar os problemas, ter a sensação de ser merecedor de suas necessidades, desejos e desfrutar os resultados de seus esforços. Para isso é necessário a pessoa ter auto conhecimento e autoconfiança. Para saber se você tem uma auto estima saudável torna-se necessário entender como  e quando ela se manifesta. Antes de a descrevermos é importante saber que há também a baixa auto estima, ou seja, se a pessoa se sente insegura para enfrentar os problemas da vida, se não tem confiança em suas próprias idéias ou sempre tem medo de expô-las por considerá-las menos importantes, ou ainda, nunca satisfazer suas vontades e necessidades, mas sempre colocar as dos outros em primeiro lugar, diz-se que ela está com a auto estima baixa. Se não tem respeito por si mesmo, costuma se desvalorizar, achar que não tem direito à felicidade, não sentir ser merecedor de amor e respeito por parte dos outros, novamente se verá uma pessoa  com a auto estima baixa, mesmo que ela venha a apresentar outros atributos positivos. Ao se falar em auto estima saudável torna-se necessário diferenciá-la de egoísmo, sendo que este último é visto na pessoa que sempre quer o melhor somente para si, e quase sempre no sentido material, não importando os outros. Ao contrário, quem possui a auto estima saudável ou elevada tem como conseqüência amor e estima aos outros, querendo o melhor para si, e para os outros também, pois essa auto estima dá energia e motivação para crescer naquilo que espera viver durante sua vida; não necessariamente no sentido profissional ou financeiro, mas no emocional, criativo e espiritual. A pessoa com a auto estima saudável não se envergonha de dizer “Eu estava errado”; é mais provável encontrar simpatia e compaixão em pessoa com a auto estima elevada (saudável) do que em pessoa com baixa auto estima, pois meu relacionamento com os outros tende a espelhar e refletir meu relacionamento comigo mesmo.